Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.insper.edu.br/handle/11224/100
Type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: Um teste empírico para o CAPM Intertemporal utilizando dados brasileiros
Authors: Machado, Octavio Portolano
Advisor: Bortoluzzo, Adriana Bruscato
Publication Date: 2012
Original Abstract: O objetivo desse estudo é analisar a validade empírica do Intertemporal Capital Asset Pricing Model (ICAPM) utilizando dados brasileiros. Para tanto, utiliza-se a metodologia de Bali e Engle (2010), que permite a estimação das séries de covariância condicional entre os retornos de portfólios de ações e os fatores de precificação do modelo. Num segundo estágio, essas covariâncias são utilizadas como variáveis explicativas na estimação da equação de precificação. Os resultados encontrados apontam para a validação do modelo entre o período de março de 2003 e dezembro de 2011. Em particular, o coeficiente de aversão ao risco é positivo e significante, indicando que investidores só aceitam assumir maiores riscos se forem compensados com maiores retornos, mesmo num ambiente de decisão intertemporal. Além disso, ativos altamente correlacionados com os outros fatores de precificação utilizados (variação da taxa de juros e da taxa de câmbio) devem oferecer um retorno esperado maior. O estudo do período da crise de 2008 mostra que grandes eventos podem alterar as relações encontradas e que, portanto, a análise dos resultados requer cautela.
Keywords in original language : CAPM intertemporal
Correlações condicionais
Hedge intertemporal
Grau de aversão ao risco
Abstract: The aim of this study is to test the empirical validity of the Intertemporal Capital Asset Pricing Model (ICAPM) using Brazilian data. To achieve this, we follow Bali and Engle (2010) and estimate the conditional covariance series between the returns of stock portfolios and the model’s pricing factors. In a second step, these covariances are used as explanatory variables when estimating the pricing equation. Results lead to evidence in favor of the ICAPM for the period between March 2003 and December 2011. The risk aversion coefficient is estimated to be positive and significant, meaning that investors will only bear more risk if compensated with higher expected returns, even in a dynamic decision environment. Moreover, assets that are highly correlated with the other pricing factors used (changes in interest rates and exchange rates) should offer higher expected returns. The analysis of the 2008 crisis period shows that such events can change the relationship between the variables studied and thus, the interpretation of the results found must be made with caution.
Language: Português
Copyright: Todos os documentos desta Coleção podem ser acessados, mantendo-se os direitos dos autores pela citação da origem.
Appears in Collections:Graduação em Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Octavio Portolano Machado_trabalho.pdfTexto Completo1.36 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open
Octavio Portolano Machado_aluno.pdfIndisponível - Autorização Aluno61.54 kBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.