Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: https://repositorio.insper.edu.br/handle/11224/1315
Tipo de Material: Dissertação
Titulo: Capitalismo de Estado no Brasil: Uma Análise das Participações Minoritárias do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) entre 1995 e 2009
Autor(es): Inoue, Carlos Frederico Kiyoshi Vasconcelos
Junta examinadora: Boehe, Dirk Michael
Musacchio, Aldo
Asesor: Lazzarini, Sergio Giovanetti
Fecha de Publicación: 2016
Resumen en idioma original : A influência dos governos sobre as empresas é raramente contestada. Apesar disso, poucos estudos investigaram os efeitos de políticas industriais sobre o desempenho das empresas. Usando uma base de 293 empresas de capital aberto, negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) entre 1995 e 2009, demonstra-se uma variação no efeito das participações societárias do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) sobre o desempenho contábil das empresas (ROA). O efeito positivo verificado no período 1995-2002 não é sustentado no período 2003-2009. Conjectura-se que a evolução do mercado financeiro, entre estes dois períodos, alterou o potencial de criação de valor do capital do BNDES. Observa-se, adicionalmente, que sob um contexto de fraca proteção aos acionistas minoritários, as participações minoritárias do BNDES em grupos econômicos têm um efeito negativo sobre o desempenho das empresas. Portanto, os resultados sugerem que as participações de um banco de desenvolvimento têm um maior efeito sobre o desempenho das empresas quando as firmas estão inseridas em um ambiente com maior restrição de crédito, quando o capital é usado para promover investimentos e quando os acionistas minoritários estão protegidos da interferência governamental e da expropriação pelos acionistas controladores.
Palabras clave en idioma original : Banco de desenvolvimento
Política industrial
Desempenho
Brasil
Development bank
Industrial policy
Performance
Brazil
Resumen en ingles: The influence of governments on enterprises is rarely challenged. Nevertheless, few studies have investigated the effects of industrial policies on the companies’ performance. Using a database of 293 firms traded on the São Paulo Stock Exchange between 1995 and 2009, I demonstrate variation in the extent to which firms benefited from BNDES (the Brazilian National Development Bank) equity purchases. I find having BNDES as a minority owner to increase firms’ return on assets between 1995 and 2002, but not during the 2003-2009 period. I conjecture that the evolution of financial market between these two periods has reduced the value-creating potential of BNDES’ capital allocations. It is also noted that, under a weak minority shareholder protection, the BNDES’ capital allocations in economic groups is associated with a negative effect on performance. Thus, the results suggest that minority stakes by a development bank can have a positive effect on performance when firms are inserted in a capital constraint environment, when the BNDES capital is used to promote investments and when the minority shareholders are shielded from governmental interference and expropriation by the controlling shareholders.
Idioma: Português
Aparece en las colecciones: Mestrado Profissional em Administração

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción Tamaño Formato  
CARLOS FREDERICO KIYOSHI VASCONCELOS INOUE_Trabalho_Vfinal.pdfTEXTO COMPLETO488.3 kBAdobe PDFVista previa
Visualizar/Abrir
CARLOS FREDERICO KIYOSHI VASCONCELOS INOUE_AutorizacaoAluno.pdfINDISPONÍVEL - AUTORIZAÇÃO ALUNO2.57 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir

Los ítems de DSpace están protegidos por copyright, con todos los derechos reservados, a menos que se indique lo contrario.