Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.insper.edu.br/handle/11224/2116
Type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: O impacto do Inovar-Auto nas emissões veiculares: expectativas contra realidade
Authors: Lehmann, Nicolas Duranti
Examination board: Martins, Ricardo Sergio
Advisor: Martins, Ricardo Sergio
Publication Date: 2018
Original Abstract: O Inovar-Auto é um programa criado em 2012 que oferece benefícios fiscais para montadoras que desenvolvem e produzem automóveis no Brasil e cujos veículos batem metas de consumo estabelecidas previamente. O programa foi considerado um marco na regulação de poluentes da indústria automotiva brasileira, pois embora não exista nenhuma pressão global para o Brasil reduzir suas emissões de CO2, por ser um país emergente, o programa apresenta metas ousadas nos moldes europeus. O aumento das vendas de veículos e, portanto, das emissões de poluentes veiculares, representa externalidades negativas, como queda na mobilidade urbana e na saúde da população, explicando a intervenção do governo na indústria automotiva. Contudo, devido a sua natureza protecionista, o Inovar-Auto foi condenado na Organização Mundial do Comércio em 2017. Este trabalho pretende analisar apenas os efeitos ambientais do programa Inovar-Auto iniciado em 2013 até o seu final em 2017. Será apresentado os programas de incentivo à eficiência energética dos veículos leves em dois grandes mercados automotivos: EUA e Europa, o programa brasileiro, as metas estabelecidas para cada montadora e uma comparação entre o cenário esperado e o realizado. No final haverá uma descrição superficial dos motivos da condenação pela OMC e da evolução do programa: o Rota 2030.
Keywords in original language : Inovar-auto. Emissões veiculares. Eficiência Energética. Automóveis. Consumo de combustível
Abstract: Inovar-Auto is a program created in 2012 that offers tax benefits for automakers that develop and produce cars in Brazil and whose vehicles meet consumption targets previously established. The program is considered a milestone in the regulation of pollutants of the Brazilian automotive industry, since there is no international pressure to reduce CO2 emissions, because Brazil is a developing country. The increase in sales of vehicles and, therefore, the increase in emission of vehicular pollutants, represent negative externalities, such as the fall in urban mobility and the health of the population, explaining a government intervention in the industry. However, due to the protectionist nature of the program, Inovar-Auto was condemned in the World Trade Organization in 2017. This work analyses only the environmental effects of Inovar-Auto, started is 2013 until its end in 2017. It will present programs of energy efficiency in vehicles in two big markets: USA and Europe, the Brazilian program, the targets for each automaker and a comparison between the expected and actual scenario. In the end there will be a small description of the reasons that lead to its condemnation by the WTO and the future of the program: Rota 2030.
Language: Português
Copyright: Todos os documentos desta Coleção podem ser acessados, mantendo-se os direitos dos autores pela citação da origem.
Appears in Collections:Graduação em Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
NICOLAS DURANTI LEHMANN_TCCII.pdf1.08 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open
NICOLAS DURANTI LEHMANN_Autorizacao.pdfINDISPONÍVEL - AUTORIZAÇÃO ALUNO1.27 MBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.