Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.insper.edu.br/handle/11224/5498
Type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: Mais ocupado, mais produtivo? Um estudo longitudinal dos efeitos de busyness e estresse na produtividade
Author: Saab Neto, Michel Abdalla
Examination board: Artes, Rinaldo
Advisor: Iwai, Tatiana
Academic degree: Graduação
Publication Date: 2021
Original Abstract: Estar ocupado, trabalhando e produzindo algo é um fenômeno que gera satisfação para as pessoas e as incentivam a continuar, no entanto pouco é percebido que a sobrecarga de tarefas pode resultar em efeitos negativos sobre a produtividade, devido ao estresse gerado. Neste artigo, nós aprofundamos o estudo do efeito do busyness na produtividade do indivíduo por meio da análise do estresse como mediador nesta relação. Para tanto, utilizou-se o método de Experience Sampling, em que se acompanhou durante duas semanas consecutivas 223 respondentes (totalizando 2205 observações pessoa-tempo) que responderam à duas pesquisas diárias, mensurando seus níveis diários de ocupação, estresse e produtividade do trabalho. Os dados foram analisados por meio da aplicação de um modelo de regressão para dados em painel com efeitos fixos. A partir disso, os resultados apontaram que a relação entre busyness e produtividade é positiva, enquanto estresse e produtividade possuem relação negativa, porém de menor intensidade. Dessa forma, mesmo o estresse reduzindo a performance do indivíduo, ele estar ocupado ainda gera uma melhora de sua produtividade.
Keywords in original language : Busyness
Produtividade
Estresse
Experience Sampling
Abstract: Being busy, working and producing something is a phenomenon that generates satisfaction for people, encouraging them to continue. However, when there is an overload of tasks, being too busy, can generate stress which can negatively affect productivity. In this article, we examine the effect of busyness on the individual's productivity through the analysis of stress as a mediator in this relationship. For this purpose, the Experience Sampling method was used. 223 respondents were followed for two consecutive weeks totaling 2205 person time observations. They completed two daily surveys measuring their daily levels of occupation, stress, and work productivity. The data was analyzed using a regression model for panel data with fixed effects. The results showed that the relationship between busyness and productivity is positive, while stress and productivity have a negative relationship but of lesser intensity. The conclusion can be drawn, even though stress can reduce an individual's performance, being busy can still improve their productivity.
Keywords (english terms): Busyness
Productivity
Stress
Experience Sampling
Language: Português
CNPq Area: Ciências Sociais Aplicadas
Copyright: TODOS OS DOCUMENTOS DESTA COLEÇÃO PODEM SER ACESSADOS, MANTENDO-SE OS DIREITOS DOS AUTORES PELA CITAÇÃO DA ORIGEM.
Appears in Collections:Graduação em Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Michel Abdalla Saab Neto - Termo de autorização.pdfMichel Abdalla Saab Neto - Termo de autorização235.06 kBAdobe PDFView/Open
Michel Abdalla Saab Neto - Trabalho.pdfMichel Abdalla Saab Neto - Trabalho406.4 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.