Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.insper.edu.br/handle/11224/5644
Type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: O impacto das opiniões de líderes no comportamento da população: uma análise do caso de Jair Bolsonaro e o desmatamento da Amazônia
Author: Melo, João Vitor Soares de
Examination board: Martins, Sergio Ricardo
Advisor: Luk-Tai Yeung, Luciana
Academic degree: Graduação
Publication Date: 2022
Original Abstract: O aumento do desmatamento da Floresta Amazônica tem chamado atenção de todos os países e se tornado pauta em eventos internacionais, que vão além do meio ambiente, ressaltando a importância econômica desse ativo para o Brasil e para o mundo. No entanto, o presidente Jair Bolsonaro, acompanhado em primeiro momento de seu mandato pelo, agora, ex-Ministro Ricardo Salles, tem deixado claro sua postura leniente sobre o desmatamento. Contudo, o governo atual não alterou significativamente a legislação relacionada à punição pelo crime de desmatamento. Diante disso, este trabalho tem como objetivo entender o impacto da posição política do governo de Jair Bolsonaro sobre o desmatamento da Amazônia. Neste paper encontrei evidências de que sua posição e discursos paliativos sobre a mudança climática e o desmatamento têm afetado as taxas de desmatamento, que começaram a crescer durante seu mandato. Para compreensão deste efeito utilizei um modelo de economia do crime, no qual o discurso de líderes de uma nação afeta a percepção de um uma pessoa sobre os riscos de ser pego cometendo um crime e, consequentemente, decisão de cometê-lo. Além disso, com um modelo de diferenças-em-diferenças usando municípios como unidades de análise, foi possível encontrar um impacto positivo do discurso de Bolsonaro no aumento do desmatamento. Porém não observamos crescimento linear quando comparamos municípios com maior e menor apoio a Bolsonaro.
Keywords in original language : Opinião de líderes políticos
Amazônia
Desmatamento
Abstract: The increase in deforestation in the Amazon Forest has drawn the attention of all countries and has become the agenda of international events that go beyond the environment, highlighting the economic importance of this asset for Brazil and the world. However, President Jair Bolsonaro, together in the first place by the now ex-Minister Ricardo Salles, has made his stance on deforestation clear: lenient. However, the current government has not significantly changed the legislation related to punishment of the crime deforestation. Therefore, this work aims to understand the impact of the political position of the Jair Bolsonaro government on deforestation in the Amazon. In this paper I found evidence that his stance and palliative speeches on climate change and deforestation have affected deforestation rates, which began to rise during his tenure. To better understand this effect, I have studied an economics of crime model, in which leader’s opinion affects the perception of risk of punishment of an individual and, therefore, his decision to commit a crime. In addition, with a differences-in-differences model with municipalities, it was possible to find a positive effect of Bolsonaro stance on deforestation that did not have a linear growth as we compare municipalities with more supporters of Bolsonaro with the ones with less.
Keywords (english terms): Politician leaders’ opinion
Amazon
Deforestation
Language: Português
CNPq Area: Ciências Exatas e da Terra
Copyright: TODOS OS DOCUMENTOS DESTA COLEÇÃO PODEM SER ACESSADOS, MANTENDO-SE OS DIREITOS DOS AUTORES PELA CITAÇÃO DA ORIGEM
Appears in Collections:Graduação em Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
João Vitor Soares de Melo_Trabalho.pdfJoão Vitor Soares de Melo_Trabalho758.23 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open
João Vitor Soares de Melo_Termo Autorização.pdfJoão Vitor Soares de Melo_Termo Autorização859.12 kBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.