Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.insper.edu.br/handle/11224/816
Type: Dissertação
Title: Governança corporativa e o custo de capital próprio das empresas brasileiras
Authors: Lima, Bruno Faustino
Advisor: Sanvicente, Antonio Zoratto
Publication Date: 2011
Original Abstract: O senso comum sugere que a adoção de práticas superiores de governança corporativa, ao possibilitar maior transparência, melhor proteção contra expropriações de capital e direitos mais amplos aos investidores, reduz o risco percebido pelos acionistas e, portanto, diminui os retornos por eles exigidos. Neste contexto, o presente estudo investiga a existência de uma relação de dependência entre qualidade de governança e custo de capital próprio das firmas brasileiras. Para isso, como forma de mensurar o nível de governança, foi construído um índice amplo composto pelas quatro principais dimensões do conceito de governança sugeridas pela literatura: (i) transparência e disponibilização de informações; (ii) composição do conselho de administração; (iii) estrutura de propriedade e controle; e (iv) direito dos acionistas e relacionamento com mercado. Para a estimação do custo de capital próprio, foi aplicado o CAPM com a utilização de prêmios de mercado ex ante, calculado pelo método de dividendos descontados. Com base em uma amostra composta por 67 companhias brasileiras de capital aberto entre os anos de 1998 e 2008, e no emprego da metodologia de análise de dados em painel com efeitos fixos, esta pesquisa conclui haver relação com sinal negativo entre as duas variáveis de interesse. Ademais, os resultados apontam conclusões semelhantes ao substituir a variável dependente, custo de capital próprio, pelo beta proposto no CAPM. Por último, verificou-se que os quatro aspectos de governança também apresentam relação negativa com o custo de oportunidade, no entanto, os coeficientes de tais dimensões não exibem significância estatística.
Keywords in original language : Governança corporativa
Índice de governança
Ccusto de capital próprio
Corporate governance
Governance index
Cost of equity
Abstract: Common sense suggests that the adoption of superior practices of corporate governance, enabling greater transparency, better protection against capital expropriation and greater rights for investors, reduces the risk perceived by shareholders, lowering required returns. In this context, this study investigates the existence a dependency relationship between quality of corporate governance and cost of equity capital for Brazilian firms. In order to achieve this goal, as a way to measure the level of governance quality, a broad index was constructed, combining four key governance dimensions suggested by the literature: (i) transparency and disclosure; (ii) board of directors, (iii) ownership and control structure; (iv) shareholder rights. To estimate the cost of equity, the CAPM has been applied using the ex ante market premium, calculated by a discounted-dividend method. Based on a sample of 67 Brazilian companies traded at the Bovespa during the years between 1998 and 2008, and employing the panel data analysis with fixed effects methodology, this research concludes that there is an inverse relationship between the two variables of interest. Moreover, the results lead to a similar inference when the cost of equity as a dependent variable is replaced by the beta coefficient. Finally, it was found that the four governance aspects also have negative association with the cost of equity; however, these dimensions are not statistically significant.
Language: Português
Appears in Collections:Mestrado Profissional em Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Bruno Faustino Lima_Trabalho.pdfTEXTO COMPLETO2.16 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open
Bruno Faustino Lima_AutorizaçãoAluno.pdfINDISPONÍVEL - AUTORIZAÇÃO ALUNO464.74 kBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.