Teoria das expectativas aplicada a estrutura a termo das taxas de juros do Brasil

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Ferreira, Ana Beatriz Galvao
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2006
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Esta dissertação testa a Teoria das Expectativas para a estrutura a termo da taxa de juros do Brasil entre os períodos de 2001 a 2006. Os testes foram realizados através de um vetor autoregressivo (VAR) em seis versões, que incluiu variáveis financeiras e macroeconômicas. Os resultados indicam que a Teoria das Expectativas não é rejeitada nos seguintes casos: modelo de Campbell e Shiller original; extensão do modelo de Campbell e Shiller com inclusão de duas variáveis macroeconômicas (inflação e produção industrial); VAR com variáveis do modelo de Nelson e Siegel estimado com dois fatores e variáveis macroeconômicas. Porém rejeitou-se a TE para os casos em que se aplicou o VAR somente com variáveis do modelo de Nelson e Siegel estimado com dois fatores, e para o VAR com variáveis do modelo de Nelson e Siegel estimado com três fatores.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Brito, Ricardo Dias De Oliveira
Guillen, Osmani Teixeira De Carvalho
Área do Conhecimento CNPQ
Citação