Mapeamento do mercado de Private Equity e Venture Capital de investidores de impacto: como os players medem o impacto de seus investimentos em diferentes setores e regiões da América latina?

Carregando...
Imagem de Miniatura
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2017
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Impact Investing ou Investimento de Impacto pode ser definido segundo JP Morgan & Global Impact Investing Network (2015) como investimentos em empresas, instituições e fundos que possuem a intenção de causar impacto social positivo, além de obter um retorno financeiro. O mercado de Investimentos de Impacto ainda é muito pequeno em relação a outros, possuindo US$ 60 bilhões em ativos sobre gestão, com um crescimento de 17% em relação ao último ano, podendo atingir um crescimento potencial de US$ 2 trilhões em 10 anos. De acordo com o EVPA (2015) a falta de medidas de benchmarking, a ausência de padrões em termos de provas necessárias, e a falta de dados sobre o impacto dos fundos em suas investidas, estão entre as dúvidas mais apresentadas. Com isso, o estudo visa explorar e compreender quem são os principais investidores de impacto, onde eles investem e como eles avaliam o impacto. Isso nos permite avaliar duas das principais lacunas no investimento de impacto: avaliação do impacto (medida do impacto social e ambiental) e a influência dos investidores sobre as empresas investidas. O resultado do estudo é um mapeamento do Brasil e alguns países da América Latina. Aqui, vamos considerar as medidas mais reconhecidas para medir impacto: IRIS, GIIRS, SROI e métricas personalizadas para complementrariedade do estudo. Como resultado desse estudo, foi encontrado que a maioria dos investidores são caracterizados como Venture Capitals e Private Equitys, representando mais da metade dos players e que os investidores buscam desenvolver novos produtos/serviços para o mercado. Com isso, existe um grande mercado potencial para VC/PE e incubadoras que possuem o papel de fomentar os negócios focados em gerar um benefício socioambiental para a comunidade. Além disso, foi encontrando que os setores com maior participação de investimentos são: saúde, educação, tecnologia, serviços financeiros, habitação, respectivamente. Através desse estudo, percebe-se que a etapa de mensuração de impacto ainda tem um grande caminho para percorrer, e que os participantes do ecossistema de investimento de impacto compreendem a importância dessa etapa para a disseminação e entendimento do assunto por parte de todos. Ou seja, através dessa pesquisa primária fica evidenciado que esse mercado ainda é incipiente na América Latina. Pensando sobre o futuro deste setor, entende-se que o ponto mais crítico é a falta de um caso de sucesso no mercado nacional. Outro desafio constatado pelos investidores foi uma maior interação e contribuição entre todos os stakeholders do ecossistema de investimento de impacto. Além disso, a padronização de ferramentas de mensuração de impacto, maiores dados, e a criação de benchmarks para o tema irá possibilitar o fomento do tema de Investimentos de Impacto na América Latina.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Área do Conhecimento CNPQ
Citação