An Empirical Analysis of the Monetary Policy Committees Composition and its Relationship with Monetary Policy

Carregando...
Imagem de Miniatura
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2019
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Este artigo testa se as características individuais dos membros dos Comitês de Política Monetária (MPC) são significativamente relacionadas à política monetária. Foi compilado um banco de dados com informações sobre 439 indivíduos, que atuaram como membros do conselho de política monetária em 16 bancos centrais diferentes de 1999 a 2018. Em seguida, usamos modelos de regressão em painel para testar se a composição média de cada MPC é significativa para o desempenho da política monetária, em relação ao nível e a volatilidade da taxa de inflação, e ao trade-off entre a taxa de inflação e o hiato do produto (a inclinação da curva de Phillips). Os resultados indicam que algumas das características individuais dos membros que formam um MPC são relevantes para o desempenho da política monetária. Em particular, encontramos evidências de que: (i) uma proporção maior de membros com doutorado em economia está associada a um menor nível e volatilidade da taxa de inflação, mas também a uma curva de Phillips menos inclinada; (ii) uma maior quantidade de mulheres como membros dos MPCs estão relacionadas com inflação mais baixa e menos volátil; (iii) um MPC com uma idade média entre 55 e 60 anos parece estar ligado a uma inflação menos volátil; e (iv) existem evidências que relacionam uma maior proporção de membros do MPC com experiência anterior no setor privado e na academia com uma taxa de inflação mais baixa.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Inglês
Notas
Membros da banca
Bonomo, Marco
Martins, Guilherme Batistella
Área do Conhecimento CNPQ
Citação