Análise do impacto da sindicalização na produtividade do trabalho na indústria brasileira

Carregando...
Imagem de Miniatura
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2017
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
O objetivo deste trabalho é avaliar como a atuação sindical, medida pelo percentual de sindicalização da força de trabalho, tem impactado na produtividade do trabalho dos setores industriais no Brasil, ou seja, se setores nos quais há um maior número de trabalhadores associados aos sindicatos possuem uma maior ou menor produtividade do trabalho. Para o propósito deste estudo foram avaliados os setores industriais classificados de acordo com a Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE), a nível de grupo de atividade preponderante, no período de 2007 a 2014. Os grupos de atividades foram classificados entre os setores intensivos em capital e intensivo em mão de obra / recursos naturais, buscando identificar efeitos distintos em função de características de cada tipo de indústria. Utilizamos o modelo econométrico de efeitos aleatórios para dados em painel. Os resultados demonstram uma ambiguidade de efeitos, no que para a indústria geral o efeito é positivo se não considerarmos a escolaridade, mas negativo caso a escolaridade seja incluída no modelo. Para as indústrias intensivas em capital o efeito da sindicalização é positivo e para as indústrias intensivas em mão de obra / recursos naturais esse efeito é negativo.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Saes, Maria Sylvia Macchione
Área do Conhecimento CNPQ
Citação