Determinantes macroeconômicos do spread bancário brasileiro: uma abordagem autorregressiva

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Schwartsman, Alexandre
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2013
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
O objetivo deste estudo é atualizar a análise dos determinantes macroeconômicos do spread bancário ex-ante brasileiro. Para tanto, foi examinado o período de janeiro de 2004 a dezembro de 2012, que representa um intervalo recente de estabilidade econômica no Brasil. É estudada a relação entre o spread nominal e a taxa Selic, o spread over treasury, a taxa de câmbio, o IPCA, o IGP-DI, o índice de produção industrial, e o IBC-Br. O exercício empírico foi conduzido por meio da estimação de modelos de correção de erros. Os resultados estatísticos apontam a taxa de inflação, o hiato do produto, a taxa de juros, e o spread over treasury como as variáveis mais relevantes na formação do spread ex-ante brasileiro.

Palavras-chave
Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Citação