Comparação do desempenho dos fundos ativos de investimento em ações que cobram taxa de performance com aqueles que cobram somente taxas de administração

Carregando...
Imagem de Miniatura
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2020
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
A existência de taxas de incentivo em fundos de investimento em ações é explicada pelo fato de que ela é capaz de gerar um maior alinhamento de interesses entre o gestor do fundo e o cotista. Essas taxas são geralmente medidas em relação a um índice de referência específico, um benchmark, e a compensação financeira dos gestores se dá em função do desempenho superior a esse índice. Sendo assim, a estrutura de cobrança em fundos de investimentos parte de uma taxa de administração fixa e além dessa taxa pode também existir uma taxa de incentivo que está diretamente relacionada com o desempenho do fundo em relação ao seu índice de referência, ou seja, uma taxa de performance. Existe uma série de razões pelas quais as taxas de incentivo são desejadas nesse tipo de produto, e a principal delas é que essas taxas são capazes de colocar os gestores e os cotistas do fundo em um maior alinhamento de interesses, pois ambos se beneficiam quando o fundo vai bem, e dessa forma, um argumento que surge é que o esforço aplicado pelo gestor será maior nos fundos onde existem a cobrança da taxa de performance. A taxa de administração, por sua vez, de acordo com a definição da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) é a taxa cobrada no fundo para remunerar o administrador e os prestadores de serviço. Ela é uma porcentagem fixa cobrada sobre o patrimônio líquido sob gestão, e é paga pelos cotistas. O objetivo deste trabalho é entender se a hipótese de que a existência da taxa de performance faz com que os fundos apresentem maiores retornos em relação aos fundos os quais não possuem as taxas de incentivo e somente possuem as taxas de administração, que são fixas. Para isso serão analisados os fundos de investimento em ações classificados como Ibovespa Ativo e seus retornos mensais no período de 2010 a 2019. Os dados referentes as cotas dos fundos foram coletados no sistema Quantum Axis.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Citação