O impacto da crise financeira de 2008 na estrutura de capital de empresas da América Latina

Carregando...
Imagem de Miniatura
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2018
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Este trabalho analisa o impacto causado pela crise financeira de 2008 na estrutura de capital das empresas de capital aberto da América Latina. Avalia seus efeitos no endividamento total, na maturidade da dívida e no endividamento de longo prazo das empresas. A crise financeira abalou a economia norte-americana desde o início de 2008, porém suas consequências sobre a América Latina ocorreram ao longo dos meses que se seguiram à falência do banco Lehman Brothers em setembro de 2008. Foi utilizado um modelo de ajuste dinâmico com dados em painel no período de 2003 a 2013 e variáveis dummies para os anos de impacto da crise. Ao se avaliar a velocidade de ajuste ao endividamento-alvo, observa-se que as empresas passam a fechar o gap do endividamento corrente ao alvo com pelo menos mais 1 ano de atraso. Observase que nem o endividamento total e nem o de longo prazo foram reduzidos em 2008. Ainda que se reporte um efeito tardio em 2009/2010 de redução do endividamento, as dívidas de longo prazo cresceram por todo o período. Resultado contrário é encontrado na maturidade da dívida, que sofre redução já em 2008, e também em 2009.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Valle, Maurício Ribeiro Do
Área do Conhecimento CNPQ
Citação