O impacto do rating de crédito sobre o investimento estrangeiro no Brasil

Carregando...
Imagem de Miniatura
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2019
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Com o mundo cada vez mais globalizado, os investimentos estrangeiros têm se tornado uma prática bastante corriqueira no mercado internacional. Um índice que é constantemente relacionada a atração desses investimentos é o rating de crédito atribuído a um país, conhecido como rating soberano. Esse estudo tem como objetivo entender, para o caso brasileiro, a influência dos ratings de crédito sobre as duas principais categorias de investimento estrangeiro, o direto (IDE) e o em carteira (IEC). Para tal, foram extraídos dados trimestrais num período de 1999 a 2018 no Brasil, além de todas as mudanças do rating brasileiro registrada pelas agências Fitch, Moody’s e Standard & Poor’s nesse período. Com isso, através dos métodos de Mínimos Quadrados Ordinários e Mínimos Quadrados em Dois Estágios, foram conduzidas quatro regressões que contaram com o IEC como variável resposta e mais onze regressões com o IDE em tal função. Desse modo, o estudo pode confirmar não só a influência positiva do rating sobre ambos os tipos de investimento estrangeiro como também que, para efeitos de comparação, variações no rating brasileiro exercem maior impacto sobre o saldo de IEC do que sobre o saldo de IDE. Ainda, o estudo mostrou que, apoiado no histórico brasileiro, a agência classificadora de risco mais influente para o saldo de IEC do Brasil é a Standard & Poor’s, já para o saldo de IDE, a Moody’s é a agência que gera maior impacto com suas decisões a respeito do rating.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Área do Conhecimento CNPQ
Ciências Sociais Aplicadas
Citação