Escolaridade, força de trabalho, capital físico e o desenvolvimento econômico do Brasil

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Laban Neto, Silvio Abrahao
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2019
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Desde 1980, o Brasil apresentou evolução expressiva em indicadores, considerados na literatura, como fatores que influenciam de forma positiva o desenvolvimento econômico de um país: escolaridade média da população, crescimento do número de trabalhadores e capital físico. Mesmo com essa evolução e, após período de crescimento econômico acentuado, o país, a partir de 2013, apresentou retrocesso econômico com queda do PIB per capita. Esse trabalho compara o desempenho econômico do Brasil em relação a países com população de mesma escolaridade média e fundamenta suas conclusões com uma análise dos efeitos da variação da escolaridade média da população, do número de trabalhadores e estoque de capital no PIB de 86 países entre os anos de 1980 e 2017. A variável estoque de capital apresentou efeito positivo e significativo no PIB dos países da amostra, enquanto as variáveis de escolaridade média e número de trabalhadores não. Esse trabalho, analisando a posição do Brasil comparada aos demais países da amostra, demonstra que o PIB per capita do país sofreu queda em relação à média desde 1980 e, em 2017, estava abaixo do valor esperado para um país com população de mesma escolaridade: o resultado sugere que o país pode ser mais produtivo com os recursos que dispõe, em especial por possuir capital físico superior a todos os países da América Latina.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Citação