A desonestidade acadêmica e fatores que afetam a intenção de ‘Whistleblowing’

Carregando...
Imagem de Miniatura
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2017
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
O objetivo desse trabalho é investigar o efeito de fatores individuais e ambientais na propensão a reportar atos antiéticos (“whistleblowing”) dentro do contexto acadêmico. Os fatores individuais que são mensurados nesse estudo estão baseados na propensão a racionalizar atos antiéticos (moral disengagement) e na importância relativa de valores de justiça e lealdade para cada indivíduo. O fator ambiental, por outro lado, baseia-se na influência social de pares. Por meio de uma survey aplicada a uma amostra de 947 estudantes de graduação, em uma universidade em São Paulo no Brasil, foi testada a influência dos fatores mencionados na intenção de reporte. Os resultados mostraram que as influências de pares seguida pelo dilema entre lealdade e justiça afetam a propensão ao “whistleblowing”.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Área do Conhecimento CNPQ
Citação