Estudo dos desalinhamentos da taxa de câmbio real no Brasil usando o modelo FEER

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Lyrio, Marco Túlio Pereira
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2015
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
A taxa de câmbio é uma importante variável que influencia diversos aspectos da economia, seja repercutindo sobre a competitividade do comércio internacional ou impactando a inflação e o poder de compra. Dada essa relevância, o presente estudo pretende encontrar o valor de equilíbrio para a taxa de câmbio real brasileira e a partir dele analisar os desalinhamentos do câmbio real observado. Para tanto, utilizou-se a metodologia da taxa de câmbio de equilíbrio fundamental, o FEER, desenvolvido por Williamson (1983, 1994). O objetivo da metodologia é encontrar o valor de equilíbrio da taxa real de câmbio consistente com o balanço macroeconômico de médio prazo, através do atingimento simultâneo do equilíbrio interno e externo da economia. Obteve-se intervalos de sobrevalorização ou subavaliação (desalinhamentos) compatíveis com o esperado pelo desempenho da economia doméstica e as escolhas de política econômica verificadas no período pesquisado, de 1996 ao segundo trimestre de 2015. Entre eles, destaca-se um momento inicial de sobreapreciação durante o regime de câmbio fixo, um intervalo de intensa subavaliação durante a crise de 2002 e um período de longa sobrevalorização que perdurou entre meados de 2005 a 2014. Verificou-se, também, que as desvalorizações mais recentes da taxa de câmbio real reverteram o cenário de sobreapreciação precedente da moeda, atingindo patamar próximo ao equilíbrio no 2° tri de 2015.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Citação