Estudo do efeito da idade e da nacionalidade das firmas farmacêuticas sobre as suas estratégias de diversificação

Carregando...
Imagem de Miniatura
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2016
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Tendo como pano de fundo o mercado farmacêutico brasileiro, o presente estudo investiga se o conhecimento adquirido pela firma e a sua nacionalidade influenciam as suas escolhas de diversificação e se essas escolhas se alteram conforme a firma amadurece. De modo fundamental, a estratégia de diversificação envolve a escolha entre utilizar os recursos e conhecimentos disponíveis para expandir produtos/mercados familiares a firma ou investir em novos produtos/mercados que exigem o desenvolvimento de novos conhecimentos. Para testar esta relação, foram analisados os registros de medicamento aprovados pela ANVISA durante o período entre 2006 e 2015, totalizando 2.338 registros de medicamentos únicos de 110 firmas. Os dados foram analisados através de um painel de dados com o modelo de efeitos aleatórios. O resultado foi a não confirmação da hipótese de o conhecimento da firma influenciar as escolhas de diversificação. Todavia, a hipótese que a nacionalidade influencia a estratégia de diversificação foi parcialmente validada.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Citação