Consequências da demissão após a licença maternidade para o mercado de trabalho feminino no Brasil

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Madalozzo, Regina Carla
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2020
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Este estudo busca examinar as consequências da demissão após a licença maternidade no mercado de trabalho feminino brasileiro, com foco no Estado de São Paulo. Para a análise, considerou-se apenas as trabalhadoras registradas formalmente, com dados provenientes da RAIS (Relação Anual de Informações Sociais), fornecidos pelo Ministério do Trabalho, para os anos de 2012 e 2017. Através do uso do método estatístico de pareamento por escore de propensão (Propensity Score Matching – PSM), foi possível identificar um efeito médio negativo no salário futuro da mulher que não permanece na força de trabalho no ano seguinte após a licença maternidade. Evidenciou se também que mulheres com maior nível de escolaridade possuem menor probabilidade de perderem seu emprego após o nascimento de um filho. Apesar de alguns resultados encontrados já terem sido evidenciados na literatura brasileira sobre o tema, este estudo traz de diferente as características das mulheres que perdem o emprego logo após usufruírem da licença maternidade, permitindo assim novas interpretações sobre a licença, principalmente no que diz respeito às mulheres mais vulneráveis.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Leite Neto, Fernando Ribeiro
Área do Conhecimento CNPQ
Ciências Sociais Aplicadas
Citação