Distância à fronteira, turnover de CEO, IHH, e crescimento numa amostra de países

Carregando...
Imagem de Miniatura
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2015
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
A escolha desse tema veio a partir da leitura do paper “Distance to Frontier, Selection, and Economic Growth”, que em seu estudo, descobriu que haverá um equilíbrio em etapas iniciais que some conforme os países atingem a fronteira de produção mundial. Uma de suas conclusões é que há retenção de mão-de-obra má qualificada quando políticas anticompetitivas dominam o efeito de inovação tecnológica. Portanto há não-convergência para a fronteira de produção máxima da economia e a economia permanece numa economia focada em investimentos. Esse trabalho de conclusão de curso de Economia é uma cross-section com efeito de tempo fixo entre duas amostras de países, um com alta barreira econômica, e outra com baixa barreira. Esses países foram divididos usando o Enabling Trade Index 2014, que mede a abertura de mercado de cada país. Países com alta barreira econômica mostram características de países de investimento que são compromissos de longo prazo, empresas grandes e com experiência no mercado, fortes investimentos e pouca seleção de profissionais qualificados. Países de baixa barreira têm relações de mercado de curto prazo, empresas jovens, menos investimentos, e uma seleção melhor dos trabalhadores. A variável explicativa mais importante desse estudo é o turnover de CEO que é uma característica cultural das empresas. Esse artigo conclui que um turnover baixo é característica de uma economia de investimento, e um turnover alto é uma característia de uma economia de inovação, pela teoria Neo-Schumpeteriana de desenvolvimento econômico.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Brito, Ricardo Dias de Oliveira
Área do Conhecimento CNPQ
Citação