Impacto da intervenção do banco central sobre o nível e a volatilidade do câmbio: um estudo não paramétrico para o caso brasileiro

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Silva, Marcelo Leite De Moura E
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2010
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Apesar de o Brasil adotar um regime de flutuação livre de câmbio desde 1999, as intervenções do Banco Central do Brasil no mercado cambial são freqüentes. Assim, a questão do seu impacto sobre o câmbio é natural tanto do ponto-de-vista teórico quanto prático. O presente trabalho investiga os efeitos das atuações do BCB sobre o nível e sobre a volatilidade da cotação da moeda para o período de 2002 a 2008, utilizando para tanto duas metodologias: o método não-paramétrico de Propensity Score Matching e o método tradicional de Variáveis Instrumentais, de forma a sanar possíveis dúvidas sobre a endogeneidade da atuação do Banco Central. Resultados para o nível não são conclusivos, apresentando impactos significativos na especificação não-paramétrica, mas não significativos na estimação tradicional de Variáveis Instrumentais. Em relação à volatilidade, no entanto, os resultados são robustos à troca de métodos e parâmetros: as atuações têm impacto significativo, sendo que intervenções de compra de dólar por parte do BCB diminuiriam a incerteza do mercado enquanto intervenções de venda da moeda estrangeira aumentariam a variância da cotação.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Rossi Júnior, José Luiz
Araújo, Carlos Hamilton Vasconcelos
Área do Conhecimento CNPQ
Citação