Estratégia de entrada de multinacionais brasileiras em países estrangeiros

Carregando...
Imagem de Miniatura
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2011
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
No decorrer dos últimos 30 anos, diversos estudos foram realizados para verificar quais fatores impactavam e quais eram determinantes na formulação das estratégias das empresas nas suas escolhas de entrada em países estrangeiros. Estas pesquisas focavam essencialmente no estudo dos tipos de constituição das empresas, tais como o estabelecimento de parcerias locais (JVs – joint ventures – majoritárias ou minoritárias), greenfield e aquisições. Os fatores de impacto mais citados na literatura são especificidade dos ativos, custo de transação e incerteza do ambiente institucional, sendo este último, apresentado em recentes estudos, trazendo novos fatores de impacto para tais estratégias baseadas nos aspectos cultural, político, legal e psicológico. Este trabalho tem como objetivo avaliar as estratégias de entrada de empresas brasileiras em países estrangeiros em diversos setores de comércio e indústria, baseado na perspectiva institucional, trazendo este tema da estratégia corporativa internacional, que recentemente tem se voltado aos países em desenvolvimento para, o caso brasileiro. Traz também uma nova perspectiva e alternativa sobre a atual discordância a respeito do efeito da distância cultural na estratégia das empresas investidoras da forma de entrada em países estrangeiros. Por último, o estudo busca trazer o conceito da distância, que tem sido intensivamente empregado nos artigos referentes à cultura, para outros aspectos institucionais

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Mesquita, Luiz Ferraz De
Borini, Felipe Mendes
Área do Conhecimento CNPQ
Citação