A política de bônus do Estado de São Paulo mudou o desempenho dos alunos na prova do SARESP e na prova Brasil?

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Menezes Filho, Naercio Arquino
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2018
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
A educação é um fator relevante para o desenvolvimento econômico e social de um país, bem como para a redução de sua desigualdade. O Brasil possui como um dos seus maiores desafios a melhora do sistema educacional, com isso políticas públicas vêm sendo implementadas em busca desse desenvolvimento. O presente trabalho tem por objetivo investigar a política de bonificação para professores do Estado de São Paulo, criada em 2008, de modo a compreender se os alunos paulistas têm um desempenho melhor na prova que vale bônus para o professor, a Prova do SARESP (“high stake exam”), quando comparado com a Prova Brasil (“low stake exam”). Os métodos utilizados foram “Diferenças em Diferenças”, Mínimos Quadrados Ordinários e Regressão Quantílica. Os resultados permitem concluir que as escolas com pior desempenho nas provas tiveram 7,76 pontos, na escala SAEB, na nota do SARESP a mais do que o crescimento das respectivas notas na Prova Brasil; nas escolas da mediana o desempenho também é maior no “high stake exam”, mas a discrepância entre as notas é considerada pequena; já nas escolas com as melhores notas, o desempenho foi maior na Prova Brasil após a introdução do bônus.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Moita, Rodrigo Menon Simões
Área do Conhecimento CNPQ
Citação