Relação entre prêmios e retornos anormais em transações de F&A: uma análise do caso brasileiro

Carregando...
Imagem de Miniatura
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2016
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
O objetivo deste trabalho é analisar a influência que o valor dos prêmios pagos em transações de F&A exerce sob os retornos anormais obtidos para adquirentes brasileiras. Os estudos divergem em torno da existência e da forma da relação entre essas duas variáveis. Inicialmente uma relação positiva é esperada através da hipótese de sinergias dado que nesse caso o pagamento de prêmios é justificado pelo ganho com as sinergias esperadas. Por outro lado, a elevação dos prêmios fortalece a hipótese de pagamento excessivo que denota uma relação negativa pois os gestores estariam sobrevalorizando o valor das sinergias esperadas. Grande parte dos estudos tenta estudar essas hipóteses de maneira isolada, entretanto, acredita-se que os dois efeitos coexistam e que o sinal da relação dependa da magnitude do prêmio que é pago por uma empresa em uma transação de F&A, de tal forma a relação entre o prêmio pago e os retornos anormais obtidos por empresas adquirentes assuma uma forma de U invertido. Através da análise de 39 transações de F&A no Brasil entre os anos de 2000 e 2015, esse trabalho, assim como Diaz (2009), encontrou uma relação quadrática em forma de U invertido entre essas duas variáveis, controlando-se por tamanho relativo entre as empresas e se uma transação foi classificada como cross-broder. Esse trabalho pretende auxiliar investidores, entes regulatórios e analistas do mercado em acessar da melhor maneira possível prêmios que estejam sobrevalorizando os possíveis ganhos sinérgicos e que, consequentemente, possam trazer redução de ganhos para um determinado ativo.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Citação