A relação entre ensino superior, salários e informalidade no Brasil

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Martins, Sergio Ricardo
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2020
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
A educação é considerada um fator fundamental para o crescimento econômico, uma vez que é a principal responsável pela capacitação dos indivíduos. Ao aumentar os anos de estudo ocorre uma maior capacitação da mão de obra, consequentemente há um aumento da produtividade, dos rendimentos e do mercado formal. Este estudo visa analisar como o processo de expansão do ensino superior impactou a renda média e taxa de informalidade dos estados brasileiros. As estimações foram realizadas através de modelos para dados em painel com efeitos fixos (EF) e modelos para dados em painel com efeitos aleatórios (EA), composto pelos 26 estados, no período de 2001 á 2014. Os resultados indicam que o acesso ao ensino superior está associado ao aumento do salário médio e á uma queda da taxa de informalidade. Um aumento de 1% na taxa de escolarização do ensino superior está associado a um aumento de, em média, 0,184% da renda, e a uma diminuição de 0,065% do grau de informalidade dos estados, ceteris paribus. Em termos do problema, caso o estado de São Paulo aumentasse o acesso ao ensino superior de 21,6% para 21,82% a sua renda média passaria de R$2.203,28 para R$2.207,33 e sua taxa de informalidade cairia de 35,8% para 35,78%.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Área do Conhecimento CNPQ
Citação