A psicologia do crédito – a influência de variáveis psicológicas na propensão ao endividamento

Carregando...
Imagem de Miniatura
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2017
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Com o objetivo de aprofundar o entendimento sobre os fatores psicológicos que levam ao endividamento, este trabalho irá investigar a influência de variáveis, trazidas da Psicologia Econômica, na propensão ao endividamento de pessoas físicas. O trabalho contribui para o controle da inadimplência de pessoas físicas. Por meio de um estudo quantitativo, em que a coleta de dados ocorreu através de uma survey, contendo questões que mensuraram o perfil psicológico dos indivíduos, assim como dados demográficos e questões sobre endividamento, pretende-se confirmar a relevância estatística destas variáveis. Como principal contribuição da pesquisa deve-se destacar a tentativa de desenvolver um modelo de propensão ao endividamento, selecionando variáveis psicológicas (compras impulsivas, materialismo, comparação social e estado emocional) que influenciam o comportamento. Foram realizadas duas análises: uma modelagem de equações estruturais, que confirmou as variáveis de centralidade de aquisição (uma das dimensões de materialismo) e comparação social como significativas para o modelo, e uma regressão logística que confirmou as variáveis sucesso (uma das dimensões de materialismo) e estado emocional como significativas para o modelo. Com os resultados obtidos, pode-se conhecer o perfil do novo consumidor e desenvolver ações para prevenir o endividamento e auxiliar os indivíduos que já estão inadimplentes.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Citação