O impacto da participação de municípios do Estado de São Paulo em consórcios públicos na redução da taxa de mortalidade infantil entre 2011 e 2019

Carregando...
Imagem de Miniatura
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2021
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
O presente estudo busca avaliar o impacto que a inscrição de municípios do Estado de São Paulo em consórcios públicos de variadas áreas causou na Taxa de Mortalidade Infantil entre os anos de 2011 e 2019. Para isso foi escolhido o método de regressões para dados em painel. Desde a promulgação da Constituição de 1988 novas atribuições políticas foram colocadas dentro das competências do executivo municipal, e desde então, um novo paradigma organizacional foi estipulado, e uma das soluções mais populares e preferidas dos gestores públicos para esses entraves de competência institucional, orçamento e escala dos serviços públicos foi a adoção do sistema de consórcios. Os resultados encontrados mostram que para municípios com mais de 100 mil habitantes, a inscrição deste em um consórcio público de saúde se mostrou estatisticamente significante na redução da Taxa de Mortalidade Infantil média, o mesmo não pôde ser inferido para municípios com menos de 100 mil habitantes, o que gera um choque nas expectativas formuladas a partir da revisão da literatura sobre o tema. Além disso, as evidências contidas nesse estudo mostram que a inscrição dos municípios em consórcios de saneamento básico e assistência social não apresentaram significância estatística na redução da TMI.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Komatsu, Bruno Kawaoka
Área do Conhecimento CNPQ
Ciências Sociais Aplicadas
Citação