Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.insper.edu.br/handle/11224/1610
Type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: Dinâmica inflacionária no México: estimativas da curva de Phillips Nova-Keynesiana híbrida a partir da adoção do regime de metas
Authors: Cunha, Thales Lauretti Gonçalves da
Examination board: Inhasz, Juliana
Advisor: Martins, Sérgio Ricardo
Publication Date: 2017
Original Abstract: O objetivo deste trabalho foi analisar, a partir da estimação de uma Curva de Phillips Nova- Keynesiana Híbrida, a dinâmica inflacionária mexicana de 2001 a 2015, tendo em vista as significativas mudanças no comportamento inflacionário e na formulação de expectativas dos agentes trazidas com a adoção do Regime de Metas de Inflação. Diferentemente de Galí e Gertler (1999), foi utilizado como proxy para o componente cíclico da atividade econômica o hiato do produto no lugar do custo marginal real das firmas. Foram abordadas duas ferramentas econométricas de estimação distintas: Mínimos Quadrados Ordinários em Dois Estágios (TSLS) e; representação em Espaço de Estados da Curva de Phillips proposta. Ambas estimativas forneceram indícios de que os componentes de inflação backward e forward-looking foram variáveis-chave para explicar a inflação core mexicana no período de estudo e superiores, em termos contributivos, em relação ao componentes de hiato do produto e inflação importada. Observou-se também que: i) o processo de indexação inflacionária da economia mexicana vem aumentando ao longo do tempo, enquanto que a formação de preços baseada nas expectativas de inflação dos agentes, diminuindo; ii) o hiato do produto mostrou-se significante apenas entre 2007 a fins de 2011, período no qual apresentou alto poder explicativo; e iii) a inflação importada apresentou alta contribuição nos períodos de crise econômica sulamericana (2002) e crise financeira (2008), porém mostrou-se insignificante entre 2010 e fins de 2012.
Keywords in original language : Inflação
Curva de Phillips Nova-Keynesiana Híbrida
México
Hiato do produto
Mínimos quadrados ordinários em dois estágios
Espaço de estados
Inflation
Hybrid New Keynesian Phillips Curve
Mexico
Output gap
Two-Stage Least Squares
Space-States
Abstract: This work seeked to analyze the Mexican inflation dynamics by estimating a Hybrid New Keynesian Phillips Curve from 2001 to 2015, once there were significant changes in both inflationary behavior and inflation expectations brought with the adoption of the Inflation Targeting Regime. Unlike Galí and Gertler (1999), the output gap was used as a proxy for the economic activity's cyclical component rather than the real marginal cost of firms. Two distinct econometric tools were used: Two-Stage Least Squares (TSLS) and; a Space-States representation of the proposed Curve. Both estimates provided evidences that backward and forward- looking inflation were key-variables in explaining Mexican core inflation during the analysed period and also showed to be higher, in contributory terms, than the output gap and the imported inflation. It was also able to observe that: i) Mexico's indexation process has been increasing over time, while price formation rules based on agents inflation expectations has been decreasing; ii) the output gap was only significant from 2007 to 2011, during which time it had a high explanatory power, and iii) imported inflation showed a high explanatory contribution during the South American (2002) and the financial crisis (2008), but it was insignificant between 2010 and the end of 2012 in order to explain Mexico's core inflation rate.
Language: Português
Copyright: Todos os documentos desta Coleção podem ser acessados, mantendo-se os direitos dos autores pela citação da origem.
Appears in Collections:Graduação em Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Thales Lauretti Gonçalves da Cunha_Trabalho.pdfTEXTO COMPLETO4.07 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open
Thales Lauretti_Autorizacao.pdfINDISPONÍVEL - AUTORIZAÇÃO ALUNO360.13 kBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.