Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.insper.edu.br/handle/11224/2060
Type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: Fundos imobiliários que cobram taxas de performance são mais rentáveis?
Authors: Elias, Pedro Emanuel de Carvalho Britto
Examination board: Bortoluzzo, Adriana Bruscato
Advisor: Bortoluzzo, Adriana Bruscato
Publication Date: 2017
Original Abstract: Com aproximadamente dez anos dês de seu primeiro momento de captação e crescimento robusto, a indústria de fundos imobiliários brasileira ainda apresenta características embrionárias, e ampla oportunidade de expansão e diversificação. Interrompida pela recessão econômica, a retomada de seu crescimento se torna inevitável em um ambiente de redução de taxa de juros e recuperação de condutores de rentabilidade imobiliária, como a menor vacância e o maior preço do aluguel por metro quadrado. Nesse contexto, em termos gerais, este trabalho procura estudar o universo de investimentos em fundos imobiliários, para possivelmente identificar quais produtos oferecem o melhor retorno ao cotista. Em particular, o estudo procura entender se os fundos que cobram taxa de performance apresentam, em média, retornos superiores aos que não possuem a taxa. Utilizando uma base de dados dos fundos que compõe o Índice de Fundos de Investimentos Imobiliários (IFIX), foram realizadas regressões em cross-section para testar a relevância de uma variável de taxa de performance para o retorno total dos fundos, considerando o reinvestimento de dividendos distribuídos. A conclusão foi pautada em cima dos resultados dos testes-t, considerando o retorno no ano, retorno de 12 meses e retorno de 36 meses para 3 divisões diferentes da amostra inicial. Foi observado que, para as categorias de tipo de ativo sob gestão que incluíam ao menos um fundo com taxa de performance, a mesma não exercia influência significante sobre o retorno dos fundos. Em outras palavras, a taxa de performance não originou incentivos para que uma gestão ativa da carteira imobiliária gerasse consistentemente um retorno líquido superior a uma gestão passiva.
Abstract: With approximately ten years since its first moment of sturdy growth, the real estate investment trust industry in Brazil still presents embryonic characteristics, with broad potential for growth and diversification. While suspended by the economic recession, the recovery of the industry becomes inevitable in an environment of interest rate reduction and rehabilitation of real estate profitability conductors, such as lower vacancy indicators and higher rental prices. In this context, in general terms, this paper targets the universe of Brazilian real estate investment trusts, and seeks to potentially pinpoint products that may offer better returns to the quota holder. In particular, the research conducted assessed whether funds that charged performance fees presented, on average, superior performance than those that didn’t charge the fee. Using a data base of funds that make up the Brazilian real estate invest trust index, or Índice de Fundos de Investimentos Imobiliários (IFIX), a series of cross-section regressions were made in order to test the relevance of a performance fee variable to the total return of the investment funds, considering the reinvestment of distributed dividends. The conclusion was based on the results of the t-tests considering the year-to-date return, return on the last 12 months and return on the last 36 months for three different divisions of the initial sample. For the categories of type of asset under management that had at least one fund that charged the performance fee, it was observed that the fee did not exert any significant influence over the fund’s returns. In other words, the performance fee did not originate any incentives to which an active management of the real estate portfolio would consistently generate liquid returns superior to a passive strategy.
Language: Português
Copyright: Todos os documentos desta Coleção podem ser acessados, mantendo-se os direitos dos autores pela citação da origem.
Appears in Collections:Graduação em Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Pedro Emanuel de Carvalho Britto Elias_Trabalho.pdf1.05 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open
Pedro Emanuel de Carvalho Britto Elias_AutorizacaoAluno.pdfINDISPONÍVEL - AUTORIZAÇÃO ALUNO496.36 kBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.