Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.insper.edu.br/handle/11224/5730
Type: Dissertação
Title: Prêmio de risco da taxa de juros brasileira: uma abordagem com fatores macroeconômicos
Author: Andreotti Filho, Robert Aldo
Examination board: Villani Junior, Adhemar
Genaro, Alan de
Advisor: Athayde, Gustavo Monteiro de
Academic degree: Mestrado
Publication Date: 2021
Original Abstract: O objetivo deste artigo é observar a dinâmica da estrutura a termo da taxa de juros (ETTJ) brasileira, decomposta entre o seu componente livre de ricos, que representa a expectativa futura das taxas de curto prazo pelo mercado, e o seu prêmio de risco. Para a decomposição foi utilizado o no-arbitrage affine term structure models (ATSM) através de um sistema de regressões lineares proposto por Adrian, Crump e Moench (2013). Os resultados obtidos estão em linha com a teoria econômica, é possível observar que as taxas de períodos mais curtos possuem menor prêmio de risco devido a maior influência da política monetária do banco central e aumentam ao longo do tempo devido as incertezas envolvidas e consequente excesso de retorno exigido pelos investidores, assim como o aumento do prêmio de risco em momentos de estresse da economia. É demonstrada a importância da utilização dos 5 componentes principais da ETTJ para a estimação do prêmio de risco no mercado brasileiro, além do baixo erro de estimação entre a taxa livre de risco estimada e a efetivamente realizada. Por fim, é analisada a melhora de estimação da taxa livre de risco pelo modelo com a inclusão de variáveis macroeconômicas. São encontradas evidências que a relação dívida bruta/PIB, diminui os erros de estimação da taxa livre de risco entre 26 e 55% para os vértices de 3 a 5 anos.
Keywords in original language : Prêmio de risco
Taxa livre de risco
Modelo de estrutura a termo afins
Estrutura a termo de taxa de juros
Fatores macroeconômicos não abrangidos
Abstract: The objective of this article is to observe the dynamics of the Brazilian term structure of interest rates, broken down into its risk-free component, which represents the future expectation of short-term rates by the market agents, and its risk premium. For the decomposition, was used the no-arbitrage affine term structure models (ATSM) through a linear regression system proposed by Adrian, Crump e Moench (2013). The results obtained are in line with the economic theory, it is possible to observe that the rates of shorter periods have a lower risk premium due to the greater influence of the central bank’s monetary policy and increase over time due to the uncertainties involved and the consequent excess return required by investors, as well as the increase in the risk premium in times of economic stress. It is demonstrated the importance of using the 5 principal components of the yield curve in the estimation of the risk premium for the Brazilian market, in addition to the low estimation error between the estimated risk-free rate and the one currently observed. Finally, the improvement of the risk-free rate estimation by the model is analyzed with the inclusion of macroeconomic variables. Evidences are found that the debt-to-GDP ratio decreases the estimation errors of the risk-free rate by between 26 and 55% for the vertices of 3 to 5 years.
Keywords (english terms): Term premium
Risk-neutral yields
Affine term structure model
Yield curve
Unspanned macro risks
Language: Português
CNPq Area: Ciências Exatas e da Terra
Copyright: TODOS OS DOCUMENTOS DESTA COLEÇÃO PODEM SER ACESSADOS, MANTENDO-SE OS DIREITOS DOS AUTORES PELA CITAÇÃO DA ORIGEM
Appears in Collections:Mestrado Profissional em Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Robert Aldo Andreotti Filho - Dissertação.pdfRobert Aldo Andreotti Filho - Dissertação2.06 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.