Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.insper.edu.br/handle/11224/739
Type: Dissertação
Title: Evolução das elasticidades renda e preço de produtos alimentícios na primeira década dos anos 2000
Authors: Garcia, Gustavo Bueno
Advisor: Menezes Filho, Naercio Aquino
Publication Date: 2013
Original Abstract: O presente trabalho concentra-se na tentativa de compreender a evolução das elasticidades renda e preço dos domicílios brasileiros para produtos alimentícios ao longo da primeira década dos anos 2000. A base de dados utilizada é a POF (Pesquisa de Orçamentos Familiares), coletada e divulgada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) para os anos de 2002-2003 e 2008-2009. As estimativas foram feitas para cada um dos períodos separadamente e seguiram método similar ao empregado por Menezes et al (2002). Trata-se de uma extensão quadrática agregada1 do modelo AIDS2 (Almost Ideal Demand System), adaptada para uma perspectiva espacial. Os resultados são, então, avaliados sob a ótica do comportamento dos preços e da renda entre os dois períodos. A análise empírica mostra que a renda efetivamente cresceu e fez diminuir em módulo a sensibilidade à renda e ao preço próprio do consumidor para os grupos alimentícios considerados. Além disso, as categorias mais básicas ao consumo e de menor desembolso, como arroz, feijão, macarrão etc., foram as que tiveram maior redução em módulo das elasticidades, ao passo que categorias de maior desembolso e maior repasse de preços no período, como carnes, mostraram mudança no perfil de consumo.
Keywords in original language : Sistemas de demanda
Modelo AIDS
Modelo QUAIDS
Elasticidades renda e preço
AIDS model
QUAIDS model
Demand system
Abstract: This work attempts to evaluate food income and price elasticity evolution from Brazilian households during the first decade of 2000.The dataset is a household budget research developed by IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) called POF (Pesquisa de Orçamentos Familiares), for 2002-2003 and 2008-2009. The data were estimated for each period separately and followed a similar structure as suggested by Menezes et al (2002): the demand system modeled is an aggregated quadratic extension from the AIDS (Almost Ideal Demand System) model, adapted for a spatial perspective. The results are, then, evaluated under the knowledge of income and price behavior between the two periods. The analysis shows that: (1) income growth had a direct impact on the price and income food elasticity, reducing both in module; and (2) basic consumption categories, such as rice and beans, with lower price levels had the biggest elasticity fall, as categories with bigger price levels and growth in the period, such as meat, in fact changed its consumption pattern.
Language: Português
Appears in Collections:Mestrado Profissional em Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Gustavo Bueno Garcia_Trabalho.pdfTEXTO COMPLETO567.06 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open
Gustavo Bueno Garcia_AutorizacaoAluno.pdfINDISPONÍVEL - AUTORIZAÇÃO ALUNO458.37 kBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.