O impacto de curto prazo de variáveis macroeconômicas no volume de fusões e aquisições no Brasil

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Martins, Sergio Ricardo
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2015
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
O presente trabalho explora a conexão entre variáveis macroeconômicas e o volume de Fusões e Aquisições (F&A) estabelecidas no Brasil de 1994 a 2014. Buscamos compreender de que forma o volume de transações responde a eventuais choques de curto prazo nessas variáveis e qual a relevância de cada uma delas para explicar possíveis ondas de fusões ao longo do período estudado. Para tanto, realizou-se um estudo empírico com o uso de séries temporais de modo a estabelecer um nexo de causalidade entre os elementos determinantes. O método do Modelo de Correção de Erros (ECM) que analisa a relação de equilíbrio entre variáveis e nos permite explicar seus desequilíbrios de curto prazo, precedido pelo teste de cointegração, mostrou-se adequado no sentido de mensurar a relevância e o impacto no curto prazo das seguintes variáveis: crescimento do PIB mundial, taxa real de câmbio, inflação, o EMBI, taxa real de juros e, por fim, o desempenho do índice Bovespa. A abordagem se valeu de uma detalhada análise descritiva e modelagem estatística, em que a variável resposta foi definida como o número de deals de Fusões e Aquisições. Os resultados mais surpreendentes do presente estudo foram relativos às dinâmicas de curto prazo da taxa de juros e da variação cambial. Isso nos revelou que, contrariando a análise descritiva prévia, o efeito imediato de um choque nessas variáveis gera um resultado distinto de suas trajetórias prevista para o longo prazo.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Área do Conhecimento CNPQ
Citação