Mercado de shopping centers brasileiro: evolução e determinantes do volume de vendas

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Laban Neto, Silvio Abrahao
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2017
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
O desempenho negativo observado pelo varejo brasileiro em 2016, em comparação com o ano anterior, foi reflexo da recessão econômica e do cenário político instável enfrentado pelo país nesse período. Para o mercado de shopping centers poderia se esperar o mesmo, dado que o mesmo representa 21% das vendas totais do varejo em 2016. Porém, constatou-se que este mercado se manteve resiliente e, mesmo com o cenário mais desafiador, apresentou resultados positivos. Principalmente após 2005, o mercado de shoppings mostrou rápido crescimento, basicamente impulsionado pelas condições econômicas favoráveis. Diante deste cenário, buscou-se, através deste estudo, compreender a influência de diversas variáveis no desempenho dos shopping centers brasileiros. Assim, foi utilizado um modelo de Vetor de Correção de Erros a fim de analisar o comportamento da série temporal de vendas dos shoppings entre 2006 e 2016. O resultado encontrado aponta para uma influência estatisticamente significativa das concessões de crédito para as pessoas físicas e do produto interno bruto como razão do comportamento do volume de vendas dos shoppings analisados.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Parente, Juracy Gomes
Área do Conhecimento CNPQ
Citação