Impacto das condições macroeconômicas na estrutura de capital: evidências do Brasil

Carregando...
Imagem de Miniatura
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2018
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Este trabalho analisa como as condições econômicas impactam o endividamento das empresas de capital aberto que atuam no Brasil. É investigado se os efeitos são os mesmos para empresas com restrição financeira e sem restrição financeira. Adotou-se que as empresas escolhem a estrutura de capital conforme trade-off dinâmico. Também é analisado como as condições econômicas impactam a velocidade de ajuste ao alvo das empresas. Foram coletados dados trimestrais de 1999 a 2017 de empresas não financeiras listadas na Bolsa de valores de São Paulo e foi utilizado modelo de ajuste dinâmico. Adotou-se uma varável dummy para separar os trimestres com condições econômicas desfavoráveis. Encontram-se evidências de que as condições econômicas desfavoráveis impactam negativamente a alavancagem das empresas. Contudo, para as empresas sem restrição financeira, as condições econômicas não influenciam significativamente o endividamento. Também há evidências de que as empresas ajustam seu endividamento ao alvo mais rapidamente em condições econômicas favoráveis. Entretanto, as empresas sem restrição financeira não mostram expressivas diferenças de velocidade de ajuste ao alvo quando observadas em condições econômicas favoráveis e desfavoráveis.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Bortoluzzo, Maurício Mesquita
Área do Conhecimento CNPQ
Citação