Elementos da volatilidade da taxa real de câmbio

Carregando...
Imagem de Miniatura
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2016
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Este trabalho tem como objetivo explorar quais os possíveis elementos constitutivos da volatilidade da taxa real e efetiva de câmbio (REER). A partir de uma análise econométrica de dados em painel de 89 países entre 1976 e 2015 foi elaborada uma modelagem com base em uma seleção das variáveis mais relevantes encontradas trabalhos em anteriores sobre o tema, complementada por uma variável representativa dos fluxos de divisas de um país. A partir desta análise foi possível concluir que a volatilidade da REER varia negativamente com a Abertura Comercial e com o PIB per capita e positivamente com a Abertura Financeira e com a Inflação. A intepretação, portanto, é de que a volatilidade, além de ser determinada por elementos estruturais como o grau de desenvolvimento econômico, a inflação e o regime de câmbio adotado por um país, é também impactada pelo fluxo de comércio internacional de cada nação, a depender de sua abertura pelo comércio internacional e para o mercado de capitais. Ainda, foi confirmado que quanto menos flexível o regime de câmbio adotado pelo país, menor é a volatilidade da REER.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Nakane, Márcio Issao
Área do Conhecimento CNPQ
Citação