Commodity Currency Hypothesis: influência do câmbio brasileiro sobre o preço do açúcar

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Lyrio, Marco Túlio Pereira
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2018
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Este trabalho estuda a relação entre o comportamento dos preços de uma commodity e a taxa de câmbio da moeda de seu país exportador, estruturando o caso para o açúcar no Brasil. Ao testar a Commodity Currency Hypothesis definida em Chen, Rogoff e Rossi (2010) para uma commodity pouco representativa na pauta de exportações do país estudado, mas que, por sua vez, este país é um agente importante no mercado global da commodity, busca-se propor um modelo capaz de prever movimentos no preço internacional do açúcar através de variações ocorridas no comportamento da taxa de câmbio BRL/USD. A ausência de causalidade no sentido de Granger e a inexistência de um vetor de cointegração linear entre as variáveis, resultados obtidos neste trabalho através da análise de um modelo VAR e após controlar pela instabilidade dos parâmetros nas séries de dados, tornam ineficaz a especificação deste modelo preditivo e comprovam que a correlação existente entre os preços internacionais do açúcar e a taxa de câmbio BRL/USD não se traduz em causalidade para o horizonte de tempo analisado, que é de 20 anos.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Citação