Uma análise comparativa dos modelos de maturidade de transformação digital

Carregando...
Imagem de Miniatura
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2018
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Segundo a Accenture (“Digital disruption - The growth multiplier - Optimizing digital investments to realize higher productivity and growth” , 2016), em 2030, 12,5% de todo o PIB mundial estará investido no “mundo digital”. Nesse contexto, as empresas que não estiverem inseridas nesse evento correm o risco de desaparecerem do mercado (Knickrehm et al, 2016). Os modelos de maturidade digital oferecem às organizações uma possibilidade simples, mas efetiva, de medir a qualidade de seus processos digitais. O Modelo de Maturidade de Transformação Digital (MMTD) teve origem no CMMI (Modelo de maturidade para integração de sistemas), originário da engenharia de software. Os primeiros MMTDs surgiram há cinco anos e devido a este curto período de existência, sua aplicação no mundo digital ainda apresenta vários desafios. Nesse período, a quantidade das publicações aumentou de forma consistente; contudo, ainda existem problemas de padronização de terminologia quanto à Transformação Digital (TD), o que vem gerando dificuldades para as organizações entenderem o que é o mundo digital e suas demandas (Kane, 2017). As consultorias vêm tendo uma participação importante no desenvolvimento de modelos de maturidade, com vistas a ajudar as organizações a entenderem o ambiente digital e suas necessidades. Ademais, a oferecer roteiros para que seus processos possam ser competitivos, gerando, assim, novos valores para suas organizações (VTT- Technical Research Centre of Finland Ltd, 2017). Remane, Gerrit et al.(2017), na análise da situação atual do desenvolvimento de MMTDs acadêmicos e de consultorias, concluem que a maioria dos modelos, por serem de consultorias, carece de rigor acadêmico e não considera as características específicas da indústria e da organização em sua análise e proposta, portanto, podem não oferecer diretrizes capazes de ajudar as empresas no processo de TD. Nesse cenário, o objetivo deste trabalho é estruturar e analisar a literatura disponível no campo da pesquisa sobre modelo de maturidade de transformação digital (MMTD), tanto na literatura acadêmica quanto nas publicações de consultorias, analisar e comparar os modelos contribuindo para clarear a situação atual de desenvolvimento dos MMTD e com orientações aos empresários de como decidir pelo melhor MMTD para sua organização. O método de pesquisa utilizado foi o “Estudo comparativo exploratório”, por meio de um levantamento de literatura que incluiu: artigos acadêmicos de “TD”; “Modelo de Maturidade (MM)” e MMTD; publicações de consultorias e institutos de pesquisa especializados sobre “MMTD”; levantamento de categorias para os MMTDs; análise comparativa dos MMTDs e indicações para executivos de quais os fatores importantes a se considerados e analisados para escolha do melhor MMTD para sua empresa.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Tadeu, Hugo
Martins, Guilherme Silveira
Macau, Flávio Romero
Área do Conhecimento CNPQ
Citação