Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.insper.edu.br/handle/11224/2160
Type: Dissertação
Title: Atribuição de causalidade e desempenho: um estudo com empreendedores brasileiros em um período de crise
Authors: Guntovitch, Guilherme Toledo Leite
Examination board: Artes, Rinaldo
Advisor: Monteiro, Guilherme Fowler de Avila
Publication Date: 2018
Original Abstract: O presente estudo analisa, sob um contexto de crise econômica, se empreendedores que atribuem seus resultados a razões internas possuem desempenho superior a indivíduos que atribuem seus resultados a razões externas. Essa relação é examinada não só de forma direta, mas também através de variável mediadora que representa um conjunto de políticas e práticas organizacionais. Com vistas a se buscar evidências empíricas sobre essas relações, analisamos um banco de dados formado por 804 entrevistas com empreendedores brasileiros. As entrevistas foram realizadas em 2016, contemplando indivíduos de todas as regiões do país. O Brasil é um bom contexto para a presente investigação, uma vez que se configura como um país emergente com consideráveis desafios aos empreendedores e que passou por uma severa crise econômica no passado recente. Por meio de um modelo de regressão em três estágios com variáveis instrumentais, não encontramos evidências empíricas que demonstram efeito positivo de atribuição interna em desempenho.
Keywords in original language : atribuição interna, atribuição de causalidade, empreendedorismo e self-serving bias.
Abstract: This research analyses, under the context of economic crisis, whether entrepreneurs, who attribute their results to internal reasons have superior performance in their endeavors to entrepreneurs who attribute their results to external reasons. We assess this relation between internal attribution and firm performance, not only directly, but also through a mediator variable defined as a set of organization policies. Seeking to find empirical evidences about this relation, we have examined a survey, conducted in 2016, with 804 Brazilian entrepreneurs from all regions of the country. Brazil, as an emerging country, provides a great environment for such an investigation, offering considerable challenges for entrepreneurs and having just passed through a harsh economic crisis. Through a three-stage least squares regression with instrumental variables, we could not find empirical evidences supporting any positive impact of internal attribution on entrepreneurial performance.
Language: Português
Appears in Collections:Mestrado Profissional em Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Guilherme Toledo Leite Guntovitch.pdf702.77 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.