Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.insper.edu.br/handle/11224/4173
Type: Artigo Científico
Title: Teoria dos Jogos e Microssociologia: Avenidas de Colaboração
Author: Kirschbaum, Charles
Iwai, Tatiana
Publication Date: 2011
Original Abstract: A abordagem da Teoria dos Jogos tem sido frutífera em analisar situações estratégicas, enquanto seus pressupostos têm atraído críticas importantes do campo sociológico. As críticas sociológicas à TJ apresentam limitações na explicação da confiança entre indivíduos. Da mesma forma, os dilemas sociais parecem obstruir a possibilidade de explicação da cooperação. No limite, as vertentes sociológicas são contrapostas à TJ. Esse artigo explora as possíveis avenidas de colaboração entre a TJ e a microssociologia. Recuperamos neste artigo as vertentes sociológicas que reconhecem o enraizamento social da escolha racional, principalmente na utilização da comunicação e linguagem. Argumentamos que a construção de experimentos econômicos que envolvam dilemas sociais, mas que são permeados por momentos de comunicação entre os atores, permite a geração de material passível de análise qualitativa sob a perspectiva de quadros interpretativos (Goffman) e convenções (Boltanski e Thevenot) e interação com atores não-humanos (Latour).
Keywords in original language : interação estratégica
cooperação
conflito
microssociologia
experimentos
Abstract: The Game Theory approach has been fruitful in analyzing strategic contexts, while its assumptions have attracted important criticism from the sociological field. Specifically, the sociological criticism portrays GT as failing to explain trust among individuals. In addition, social dilemmas seem to obscure the explanation of how cooperation is possible. Taking this comparison to its extreme, one is led to believe that the sociological thinking sharply opposes GT. In contrast, this article explores the possible avenues of collaboration between GT and microsociology. We recover in this article the sociological approaches that recognize the social embeddedness of rational choice, mainly by the use of communication and language. We argue that the construction of economic experiments involving social dilemmas, and punctuated with dialogue, generate rich material for qualitative analysis. We propose that this qualitative material be interpreted under frame analysis (Goffman), conventions (Boltanski & Thevenot) and non-human interactions (Latour).
Keywords (english terms): strategic interaction
cooperation
conflict
microsociology
experiments
Language: Português
CNPq Area: Ciências Humanas
Ciências Sociais Aplicadas
Copyright: O INSPER E ESTE REPOSITÓRIO NÃO DETÊM OS DIREITOS DE USO E REPRODUÇÃO DOS CONTEÚDOS AQUI REGISTRADOS. É RESPONSABILIDADE DOS USUÁRIOS INDIVIDUAIS VERIFICAR OS USOS PERMITIDOS NA FONTE ORIGINAL, RESPEITANDO-SE OS DIREITOS DE AUTOR OU EDITOR
Notes: Texto completo
Appears in Collections:Coleção de Artigos Científicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
R_Artigo_2011_Teoria dos Jogos e a Microssociologia_TC.pdfR_Artigo_2011_Teoria dos Jogos e a Microssociologia_TC227.33 kBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.