Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.insper.edu.br/handle/11224/5717
Type: Dissertação
Title: Uma análise do crescimento de empresas do setor de tecnologia durante a quarta revolução industrial.
Author: Wispel, Priscila Cezarini
Examination board: Kirschbaum, Charles
Barros, Henrique M.
Advisor: Bortoluzzo, Adriana Bruscato
Academic degree: Mestrado
Publication Date: 2021
Original Abstract: Com a chegada da quarta revolução industrial, novas tecnologias propiciaram grandes mudanças nos modelos de negócio, impulsionando a modernização e a transformação digital de várias empresas e segmentos para se adequarem aos novos tempos. O presente trabalho investiga se o setor de tecnologia da informação no período de 2013 a 2020 cresceu a taxas superiores do que os demais ramos do mercado. Para desenvolver este estudo, foi utilizado dados de 72 empresas brasileiras e 1358 firmas americanas coletados da base de dados Capital IQ. Realiza-se um modelo de regressão por variáveis instrumentais com dados em painel desbalanceado, no qual a variável resposta é a taxa de crescimento anual, a variável explicativa é se a empresa pertence ao setor de tecnologia e as variáveis de controle são idade, dívidas totais/patrimônio líquido, estrutura do capital da empresa (aberto/fechado), payout do ano anterior, EBITDA% do ano anterior e a taxa de crescimento defasada de um ano. Ao agrupar dados dos dois países, conclui-se que o fato da empresa pertencer ao setor de tecnologia da informação não é uma variável significante para explicar a taxa de crescimento, observa-se que a taxa de crescimento defasada de um ano é uma variável significativa para explicar o crescimento. O modelo estatístico proposto foi capaz explicar 5% da variação da taxa de crescimento das empresas quando utilizando a base completa de empresas, e 9% quando se emprega a metodologia de Propensity Score Matching.
Keywords in original language : Modelo de crescimento de empresas
Quarta revolução industrial
Estratégia de inovação
Abstract: With the arrival of the fourth industrial revolution, new technologies provided major changes in business models, boosting the modernization and digital transformation of various companies and segments to adapt to the new times. This paper investigates whether the technology sector in the period from 2013 to 2020 grew at higher rates than other branches of the market. To develop this study were used data from 72 Brazilian companies and 1358 American firms collected from the Capital IQ database. A regression model is carried out with unbalanced panel data, in which the annual growth rate is the response variable, whether the company belongs to the technology sector is the explanatory variable and as control variables include age, total debt/equity, company's capital structure (public/private), payout of the previous year, EBITDA% of the previous year and the growth rate lagged by one year. By grouping data from both countries, it is concluded that whether the company belongs to the information technology sector is not a significant variable to explain the growth rate, additionally it is observed that the one-year lagged growth rate is a significant variable to explain the growth. The proposed statistical model was able to explain 5% of the variation in the growth rate of companies when using the complete base of companies, and 9% when using the Propensity Score Matching methodology.
Keywords (english terms): Business growth model
Fourth industrial revolution
Innovation strategy
Language: Português
CNPq Area: Ciências Sociais Aplicadas
Copyright: TODOS OS DOCUMENTOS DESTA COLEÇÃO PODEM SER ACESSADOS, MANTENDO-SE OS DIREITOS DOS AUTORES PELA CITAÇÃO DA ORIGEM
Appears in Collections:Mestrado Profissional em Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PRISCILA CEZARINI - Dissertação.pdfPRISCILA CEZARINI - Dissertação1.26 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.